CASTELOEMFOCO
GOVERNO DO ESTADO

Polícia diz que piauiense contratou mineiros para roubar bancos

Para a polícia, Paulo França era o líder já que todos o mineiros integrantes da quadrilha não têm nenhum conhecimento sobre o Piauí

Por Plínio Castelo
06/05/2019, às 22:05 - Atualizado em 07/05/2019, às 18:05

Um novo fato surgiu em relação ao assalto as agência bancárias em Campo Maior. O delegado Tales Gomes, Coordenador do GRECO (Grupo de Repressão ao Crime Organizado), revelou que um dos bandidos mortos no confronto com a polícia, Antônio Paulo de França, vulgo "Paulo Madruga", foi o responsável por contratar os demais integrantes da quadrilha que realizou a ação criminosa. Ele é o único piauiense já que todos os outros são de Minas Gerais.

Durante uma diligência realizada em abril deste ano, que terminou na prisão de um empresário, a polícia encontrou fotos 3 x 4 que estavam sendo utilizadas para a produção de documentos falsos. O empresário confessou que havia fornecido uma cédula de identidade falsa para o Paulo França.

Para a polícia, não existe dúvida de que Paulo França era o líder já que todos o mineiros integrantes da quadrilha não têm nenhum conhecimento sobre o Piauí.

Delegado Tales Gomes / Foto: GP1

redes sociais