CASTELOEMFOCO

João de Deus diz que acusações são levianas e têm objetivo político

Segundo o parlamentar, a licitação é feita pelo Gabinete Militar para abastecer sete locais ligados ao governo

Por Wesslley Sales
26/02/2018, às 22:02

Para o líder do Governo na Assembleia Legislativa a oposição está exagerando ao apressar-se na divulgação de informações inverídicas cujo único objetivo é obter dividendos político-eleitorais. Desta forma, o deputado João de Deus (PT) criticou os gastos com alimentação atribuídos ao governador Wellington Dias.

“Quando fazem esse tipo de ilação estão desinformando a sociedade. É preciso dizer que as compras são feitas pelo Gabinete Militar para vários órgãos e não apenas para a casa do governador, como tentam passar. Na residência oficial também funciona o escritório onde além do governador, outros secretários despacham e são realizadas reuniões até tarde da noite”, explicou.

Deputado João de Deus

João de Deus afirmou que o gasto com alimentação do governo é de mais de R$ 200 mil por mês, algo em torno de R$ 1 mil/dia com carne e peixe. Na verdade, segundo o parlamentar, ao contrário do que foi dito, a licitação é feita pelo Gabinete Militar para abastecer, além da residência oficial do governador, o Palácio de Karnak, a Superintendência de Representação do Estado do Piauí em Brasília, setor de transportes, hangar do governo, escritório do governador e o Karnakinho.

“Não se pode fazer esse tipo de ilação porque termina sendo uma irresponsabilidade. Isso faz parte de um marketing estadual para macular a imagem do governador. Um verdadeiro absurdo. Querem discutir números? Tudo bem. Temos orientado a bancada a aprovar todos os pedidos de informações. Não é problema. Sempre procuro trabalhar com a verdade. Quando chega alguma denúncia vou até o órgão em busca de informação. Quando pegamos essas informações destruímos essas acusações levianas que no fundo tem outros objetivos”, concluiu.

redes sociais

notícias mais lidas